Arquivo para outubro, 2007

Ruído Branco #10

Posted in Notas & Notícias on outubro 26, 2007 by Nereu Afonso da Silva

Acabou de sair, quentinha quentinha, a revista Ruído Branco, edição número 10.
Para conferir a prosa, os versos, as pinceladas e as notas musicais que ela traz, é só clicar AQUI.

Pensar, Minas

Posted in Sobre o "Correio..." on outubro 19, 2007 by Nereu Afonso da Silva

025.jpg

Saiu sábado, 13 de outubro, mas só tive acesso hoje à crítica “A alma revelada em flashes”, que André Di Bernardi Batista Mendes escreveu sobre meu Correio Litorâneo no caderno Pensar do jornal Estado de Minas. Vale muito a pena conferir: AQUI.

Agora no Rascunho

Posted in Sobre o "Correio..." on outubro 18, 2007 by Nereu Afonso da Silva

008.JPG

“Mortes. Golpes. Acasos. Azares. Sortes. E outras cotidianidades reais adquiriram espessura artística a partir de verve e bossa deste escritor”. Esse é um trecho da resenha que Márcio Renato dos Santos escreveu sobre meu Correio Litorâneo no reputadíssimo Rascunho – Jornal de literatura do Brasil, edição de outubro de 2007. Para ler a crítica na íntegra, clique AQUI.

Santiago de Compostela

Posted in Sobre o "Correio..." on outubro 18, 2007 by Nereu Afonso da Silva

Semana passada, Lúcia Bettencourt, por ter vencido o Prêmio Josué Guimarães, foi levada à USC, Universidade de Santiago de Compostela onde, entre outras coisas, apresentou um breve panorama da nova – e da não tão nova assim – geração de escritores brasileiros. Lúcia, também vencedora do Prêmio Sesc de Literatura em 2005, aproveitou a oportunidade para traçar o histórico do Prêmio Sesc e citar as obras vencedoras e seus autores. De mim, falou: Nereu Afonso da Silva, e seu Correio Litorâneo – uma coletânea de contos muito bem humorada, mas onde o riso se trava por um atento exame dos descaminhos a que o ser humano se vê levado a percorrer. Falou também, muito generosamente e sensivelmente de Wesley Peres, André de Leones, Eugênia Zerbini e Marco Aurélio Cremasco. Para conferir seu discurso na íntegra, clique AQUI.

Manaus, a generosa

Posted in Notas & Notícias on outubro 16, 2007 by Nereu Afonso da Silva

012.JPG

Esse é o microfone do Café Literário da Feira de Livros de Manaus, organizada pelo Sesc-AM e pela Petrobrás. Através dele falaram, entre outros: Moacir Scliar, Eric Nepomuceno, Márcio Souza, Milton Hatoum, Thiago de Mello, Wesley Peres e eu. Fiz a mesma apresentação que havia feito na Bienal de Livros do Rio de Janeiro, não uma leitura, mas a contação de uma das histórias do meu Correio Litorâneo. Novamente a recepção foi bastante positiva. Vale também dizer que, além da programação oficial da Feira, o que enriquece esse tipo de evento são os encontros paralelos à programação. Foi num bate-papo informal com Márcio Souza e sua trupe de teatro que descobri um pouco da dimensão e da história das artes cênicas praticada no norte do país. Foi numa cerveja partilhada com Eric Nepomuceno que descobri um pouquinho da gênese de um de seus contos mais conhecidos [Suzanita] e de todo o engajamento desse autor cujos artigos jornalísticos eu lia entusiasmado na minha adolescência. Tudo isso, é claro, banhado pela umidade relativa do ar chegando na casa dos 80% e do calor estourando os termômetros com 37 graus às 9 horas da manhã. Manaus foi quente e generosa, dentro e fora da Feira. Obrigado!

Foi isso o Rio

Posted in Notas & Notícias on outubro 8, 2007 by Nereu Afonso da Silva

A bienal do Rio já acabou há algumas semanas. De lá ficaram ótimas lembranças: um stand do Sesc suficientemente cheio de leitores, curiosos,  e outros interessados na leitura do meu Correio Litorâneo… que, na verdade, não foi leitura. É que tratei de decorar um dos contos e interpretá-lo assim: livre no palco, dispensando o livro da mão, a cadeira para me  sentar e a mesa para me apoiar; só um microfone e o conto contado. Claro, escolhi um texto propício a tal experiência. O público pareceu atento, pelo menos as perguntas surgidas após a apresentação mostraram isso. Maria José Duarte do departamento nacional do Sesc mediou o debate criando e aproveitando o interesse na platéia. Impecável.
Além disso, aqueles dias cariocas foram a oportunidade de rever, conhecer, conhecer melhor minha nova patota da literatura: Henrique Rodrigues, André de Leones, Lúcia Bettencourt, Marco Aurélo Cremasco, Flávio Moreira da Costa, Mauríco Melo que, ora recebidos por Sérgio França no stand da Record, ora partilhando as “Devassas” nos bares do Leblon foram gentilmente acolhedores e, sobretudo, divertidos. Foi isso o Rio, dessa vez.

Muito bem recebido pela crítica

Posted in Sobre o "Correio..." on outubro 3, 2007 by Nereu Afonso da Silva

Saiu faz pouco tempo, na coluna Folha da Bahia.
Margareth Xavier escreve: “Prêmio Sesc de Literatura 2006, Correio Litorâneo é o livro de estréia de Nereu Afonso da Silva, muito bem-recebido pela crítica. Coletânea de contos curtos, reúne notícias publicadas num jornal fictício homônimo ao título, divididas em dois blocos: “uns” e “outros”. Em cada uma, narrações da vida cotidiana, mistura de humor e drama no trato, em poucas linhas, dos grandes temas humanos como amor, solidão e morte.”